Fórum EMB de Discussões
[  EMB's Main Menu  |  Forum Index  |  Cadastro  |  Search  ]
   
ENGLISH
PORTUGUESE
 LINGUISTICS & CULTURE


Autor:  André
E-mail:  DADANDRE@BOL.COM.BR
Data:  07/ABR/2002 3:06 PM
Assunto:  O verbo TO BE no ensino
 
Mensagem:  Hello! primeiramente gostaria de parabenizá-los pelo excelente site, gostei muito dos assuntos abordados e das respostas oferecidas aos participantes. Meu nome é André, me graduei em Língua Inglesa em Dez/2000 na Ferlagos (Faculdade da Região dos Lagos) localizada no Rio de Janeiro e no momento estou matriculado no curso de pós-graduação em Língua Inglesa desta mesma faculdade. Pretendo defender na minha monografia um tema que para muitos é visto como normal e usual, porém, particularmente, não concordo e gostaria de expressar esta minha posição por achar que a modificação que irei propor poderá melhorar a assimilação da estrutura e facilitar o ensino da Língua Inglesa na sala de aula, principalmente do ensino médio da rede pública, onde o poder aquisitivo e a indisponibilidade de tempo não permite que o aluno faça um curso particular visando apoiá-lo nas aulas. Meu projeto de monografia defende a não concordância da utilização do verbo TO BE no início do aprendizado da Língua Inglesa. Em primeiro lugar, decidi enviar este e-mail para colher informações de concordância ou discordância neste assunto de professores com alto grau de experiência e em segundo lugar verificar se vocês possuem conhecimento bibliográfico sobre este tópico. Coloco alguns motivos para defender tal proposta:
a) verbo to be possuir 2 significados, tornando difícil ao aluno fazer comparações do verbo to be com a língua portuguesa, ou seja, se o aluno aprende que "to love" significa "amar" a ligação é direta, porém no caso do "to be" pode significar "ser" ou "estar", dependendo do contexto.
b) dificuldade de explicar o uso do "do/does" após o aprendizado da estrutura do verbo to be.
c) dificuldade de aplicação da forma de articular as frases na negativa e na interrogativa com os demais verbos após o aprendizado do verbo to be.
d) iniciar o ensino com o verbo to be por causa de sua "comunicatividade", e a frase "Do you speak English?" não comunica? Entendo que é um verbo de ligação muito importante, porém o tempo de assimilação após os demais verbos seria mais rápido e não influenciaria na comunicação oral da língua.
e) já existem cursos que apresentam tal inversão e estão sendo bem aceitos pelos alunos.
f) as regras dos demais verbos são de mais fácil assimilação e o verbo to be deveria ser tratado como exceção ao uso do "do/does", digo exceção mas não menos importante que os demais.
Agradeço desde já a atenção e aguardo a resposta, me colocando a inteiro dispor para quaisquer dúvidas ou esclarecimentos.

Atenciosamente,
André Gomes


Envie uma resposta
Índice de mensagens


 English Made in Brazil -- English, Portuguese, & contrastive linguistics
 O verbo TO BE no ensino  –  André  07/ABR/2002, 3:06 PM
Re: O verbo TO BE no ensino  –  Ricardo - EMB -  09/ABR/2002, 2:43 PM
Re: O verbo TO BE no ensino  –  Klenio  09/JUN/2002, 5:24 PM
Re: Trabalho de conclusão de curso  –  sonia de assis  15/JUL/2003, 12:12 PM
Re: O verbo TO BE no ensino  –  Ana Claudia  18/MAI/2005, 9:52 PM
O verbo TO BE no ensino  –  Alexandre Lopes  06/MAI/2008, 9:22 PM

Contents of this forum are copy-free.
By S&K